Me see you

Título da performance: Me see you
Autor: T. Angel
Performer: T. Angel
Ano: 2012
Duração: 24 horas e 30 minutos

Release:


“Só vivendo sobre a mudança se podia evitar a dor, só contornando a monstruosa perfeição do tempo se podia vencê-lo. Assim pensava, e enganei-me, porque o tempo não é pensável. Concentrei-me em deixar de ser para poder ser tudo, em esquecer para dominar a existência. Eu sou o tempo; sou nada, o nada veloz e imoldável que molda o corpo do tempo. Estou esgotado de correr contra a dor, contra a memória, contra a infância, contra o ódio e o amor. Criei uma meta de tranquilidade que se afasta tanto mais quanto mais eu corro para ela. Não há paz no instante, e eu vivo de instante para instante. Começo a temer que a paz se alimente do sangue da paixão que abjurei.”
 Inês Pedrosa

 

Me see you é uma ação performática sobre o impacto do tempo na vida de um indivíduo, especificamente e de maneira confessional, a do próprio performer. O trabalho mergulha em memórias de momentos, pessoas, situações boas, dias ruins, intensidades e superficialidades. Ainda, sobre os afastamentos e aproximações entre pessoas, bastante particulares da ação do tempo na vida. O título sugere uma perda da capacidade de formar frases corretas diante de certas situações que surgem, ao passo que trata de duas questões cruciais para a composição da ação: a saudade; o ver o outro na ausência;
Sonoramente o “me see you” (mim ver você) criou uma aproximação com o “miss you” (falta você). No campo emotivo do performer ambas as coisas se fazem pontualmente presentes. Tão logo, todas essas sensações e emoções serão bases fundamentais desse trabalho. Ao mesmo tempo é um humilde convite para que o público presente possa meditar sobre as suas próprias relações com o famigerado tempo. É um compartilhamento de estado (senti)mental.
O performer ficará 24 horas em completa privação da fala, dedicando esse um dia de silêncio em memória de seus amigos, ídolos e mestres que partiram nos últimos meses. Passando este primeiro momento, nos 30 minutos sequentes o silêncio verbal será quebrado, libertando em sincronia o corpo, que por sua vez ganhará os primeiros movimentos rumo a uma dança de despedidas e boas vindas. Transformando todas as emoções em fisicalidade poética e ritualística.

 

***Trabalho dedicado à memória do amigo e performer Marcus Vinícius.

 

Anúncios
Comments
One Response to “Me see you”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] através da fala até às 20:00 do domingo, momento marcado, para que eu terminasse a performance Me See You na Hurt Fest II. Retrocedendo temporalmente, eu previamente explicava para as pessoas próximas que […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: