Manifesto Freak

Manifesto escrito por T. Angel partindo de vivências e experiências nos meios das modificações corporais brasileiras. Pensado com base nas interlocuções anárquicas e poéticas fomentadas pela primeira década do FRRRKguys. Inspirado no body hackitivism, na teoria queer, teoria crip e em todas as teorias em curso sobre possibilidades de vidas desviantes. Esboçando aquilo que podemos chamar … Continue lendo

Corpo e intensidade com Hélia Borges

O corpo vem sendo tema de pesquisas e intervenções cada vez mais elaboradas, produzindo um ideal de prazer ilimitado, fazendo com que o homem tenha cada dia mais dificuldade em lidar com os limites da própria vida. É sobre o corpo em sua qualidade sensível que incidem as formas de dominação, resultando em um processo … Continue lendo

Sobre puritanos

“Decerto os puritanos consideram-se as pessoas mais “morais” do mundo e, além do mais, guardiões da moralidade de seus vizinhos. Não quero ser exagerado, embora em geral o seja, mas eu lhe diria que é mais “decente” e mais “moral” o sem-vergonha reconhecido do que o puritano oficial. Seu modelo, geralmente, é a mulher daquela … Continue lendo

Como Viver – Só. Palestra com Peter Pál Pelbart. Vídeo do 4º Seminário: VIDA COLETIVA – Seminários Internacionais para a 27ª Bienal de São Paulo. Realizada em 4 de agosto de 2006.

“Tomemos o caso de Bartebly da novela de Herman Melville: Um advogado contrata um escriturário, mas logo tem uma surpresa – a cada ordem que lhe dá, Bartebly responde: “I would prefer not to” (Eu preferiria não). Com essa frase seca e lacônica ele enlouquece o seu entorno – o advogado não entende este empregado … Continue lendo

Foucault, Deleuze e Derrida frente à crise | Scarlett Marton

Hoje nós nos sentimos indivíduos adestrados? Temos a impressão de ser estritamente vigiados? Ou estamos em permanente exposição? Em que medida vivemos numa sociedade disciplinar? Ou numa sociedade de controle? Ou ainda numa sociedade sobretudo mediática? Nos anos de 1970, caminhando em direções bem diferentes, Foucault, Deleuze e Derrida desenvolveram uma reflexão crítica de rara … Continue lendo