As vendas e os silêncios: coreografias da destruição da normatividade compulsória e a elaboração do possível na lógica do absurdo

A cada nova instauração, a Sala Zero de Mediação renova as formas de encontro. Ainda que sempre acessemos a plataforma online, sempre em uma terça, sempre às 19h30, a gente nunca sabe por onde cada conversa pode nos levar.
⠀⠀
Na última edição, sobre Subjetividades, as possibilidades se ampliaram mais uma vez, mediadas por Júnior Ahzura e Diran Castro. Para contar mais de como tudo aconteceu, T. Angel nos traz uma relatoria crítica sobre aquela data para que as questões ali levantadas continuem a reverberar em cada vez mais pessoas.
⠀⠀
CLIQUE no link para ler o texto inteiro: https://bit.ly/sala-zero

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: