Eu tenho orgulho em ser freak!

Osasco, 18 de Junho de 2019.

Desde o resultado das últimas eleições no Brasil eu tenho buscado formas de não morrer. Diante de um governo fascista (e estúpido) e que, como tal, busca exterminar as diversidades humanas, fiquei pensando que talvez fosse o momento de criar um dia para celebrar a existência das pessoas freaks. Soma-se ainda ao fato que em fins de 2018 e começo de 2019 várias pessoas da comunidade da modificação corporal morreram, foram mortas  ou decidiram não viver mais no mundo como se configura hoje. Não dava tempo de superar um luto e já estávamos chorando outra partida.

Foi em janeiro de 2019 que sugeri pelas redes sociais que fosse criado o Dia do Orgulho Freak. Foi aberta votação coletiva e ficou decidido pelo dia 21 de Junho, data que se celebra o início do FRRRKguys.

Eu já disse inúmeras vezes que trabalho por vias da micropolítica. Por conta disso esperava que a movimentação do Dia do Orgulho Freak fosse ser como de costume, muito, muito pequena e que nem por isso deixaria de ser muito, muito gigante na relevância. Eu tenho essa coisa de quase sempre me sentir como parte dos Morlocks, grupo de mutantes do universo X-Men que vive nos subterrâneos e que é excluído da sociedade por conta de sua aparência.

Para minha surpresa a movimentação – ainda que pequena – tem sido intensa e tem aproximado freaks não só do Brasil, mas de outros cantos da América Latina. Tem sido um movimento inclusive da antiga e da nova geração de freaks. A minha sensação enquanto observadora é a de que era coletivo esse desejo de falar positivamente sobre as nossas existências e ao mesmo tempo homenagear as pessoas da nossa comunidade  que se foram. A minha sensação é que as pessoas – e eu me incluo entre elas – estão se sentido abraçadas e acolhidas pela data e pela celebração que vem com ela, porque tudo que mais temos no momento é o ódio e a indiferença. Em tempos tão obscuros  como os que estamos vivendo, os abraços e os acolhimentos são revolucionários.

Para quem for ou estiver em São Paulo no próximo dia 21 de Junho, deixo o convite para ir celebrar fisicamente o Dia do Orgulho Freak conosco. Leve uma flor, uma vela, uma foto, uma carta, um desenho, uma palavra, um abraço… Leve seu corpo, modificado, alterado, mexido, hackeado… Em tempos em que o necropoder domina, pulsemos nossas vidas esquisitas e plurais. Celebremos as nossas vidas esquisitas. Celebremos as vidas esquisitas das pessoas que se foram desse plano, mas que nunca, jamais, sairão dos nossos corações.

O Dia do Orgulho Freak é sobre celebrar a vida, em tempos em que o senhor da morte está no poder.

Beijo vocês,
T.

Evento no Facebook: 
https://www.facebook.com/events/309650186563946/

________________
Foto: Felipe Veiga | Encontro Freaks Contra o Fascismo, 2018.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: