Cabeça serena, braços abertos e sorte grande

Ano que vem eu completo 10 anos de estrada no campo da performance art. Dez anos, cara! Talvez por isso eu venha prestando mais atenção em algumas situações delicadas que acontecem. Por exemplo, sábado eu fui fazer performance em um festival fetichista em São Paulo, o Libertine Festival. Levei o trabalho ‘Inhale, Exhale’ e você pode ver registros CLICANDO AQUI. Bem, o que quero dizer citando o exemplo de sábado é que eu cheguei cedo, sentei em um sofá e comecei a trabalhar nas minhas coisas. Não demorou muito foi se aproximando uma pessoa, outra, outra… e mais outra. Alguns conhecidos e outros não. Junto com as pessoas vieram os abraços, os sorrisos e um bem querer bonito de se ver. Talvez mais que ver, sentir. Analisando todas as outras tantas experiências similares que eu tive nos últimos anos e principalmente neste que minha percepção se voltou para isso, chego a conclusão que sou uma pessoa de muita sorte. Muita sorte mesmo!

Tão bom quanto deitar a cabeça no travesseiro em paz é poder chegar em qualquer lugar que seja e sempre encontrar braços abertos para me receber. Gratidão! ❤

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: