Uma casa no fim do mundo

Já quis ir embora do país. Também pensei em mudar de cidade. Por fim foi a vida que se encarregou de mudar tão drasticamente e incontáveis vezes, que fiquei. A coisa estava tão certa em minha cabeça que passei a acreditar que existia um objetivo nessa minha permanência, quem sabe cuidar de quem cuidou de mim. O que implica na elaboração de um consenso de todas as partes.

Ainda que permanecesse dentro de mim – desde sempre – aquele desejo de não estar fixado em nada, veja como é a ironia da vida, aqui estou por 32 anos. Vivendo na mesma casa da esquina sem árvores. Lugar que gosto de estar, mas só gostar não é o suficiente.

As mudanças não cessam. A certeza que surgiu pós 2008 de permanecer aqui, aos poucos está se esfarelando. Voltei a pensar em morar em outro país, outra cidade, viver em uma casa no fim do mundo. Não precisa nem ser minha (no sentido de posse), mas que eu possa ser eu. Que eu não corra riscos de atravessamentos indigestos. Que eu não corra o risco de violência simbólica e física. Que eu não tenha que abandonar o prato sobre a mesa por presenças que me agridem como pessoa. Que eu não tenha que trancar mais a porta do quarto para proteger a minha integridade física. Que eu não tenha que ouvir todo o discurso de ódio e intolerância a qual dedico a minha vida para lutar contra. Quero um lugar para chamar de lar. Onde eu possa construir a minha família, ainda que seja eu um punhado de plantas e um cachorro.

A verdade é que estou ficando velha e percebo que algumas coisas passaram a se tornar necessidades. Anos atrás sair de casa era um anseio juvenil de quem quer mais experiência, hoje tem se tornado questão de sobrevivência. Olho agora para o meu quadro de objetivos anual e percebo que mais um item entra para a lista: buscar um lar.

Pretendo envelhecer em tranquilidade e preciso começar a trabalhar para isso acontecer. Talvez já tenha passado da hora, mas acredito que ainda há tempo. Quero deitar a minha cabeça e sentir segurança.

T.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: