Sobre a conversa no Tattoo Circus São Paulo

Bendita a hora que propus a conversa sobre a ameaça das proibições das modificações corporais no Tattoo Circus São Paulo. Bendita a hora que xs companheirxs da organização abriram espaço e reconheceram a importância da discussão.

A conversa longe da intenção de trazer respostas prontas e fixadas, buscava tencionar, problematizar e expor uma situação: a emergência do conservadorismo numa escala mundial e a ameaça do controle do corpo (e de sua respectiva subjetividade) alcançar novos graus e patamares.

Feliz com a disponibilidade das pessoas em colaborarem com o diálogo. Feliz com a participação dxs companheirxs do GESMC. Feliz com a experiência como um todo.

Muitas questões estão ainda reverberando e rondando a minha mente. Ao mesmo tempo sinto que as energias estão renovadas para dar conta delas e principalmente para conseguir seguir adiante.

Eu escolho a não invisibilidade das práticas da modificação corporal e eu vou trabalhar incansavelmente para que mais zonas autônomas temporárias se abram, para que o diálogo horizontal aconteça sempre. Sem excluir, sem julgar, sem oprimir, sem segregar.

Fica meu mais sincero agradecimento para todxs que participaram direta ou indiretamente da conversa.
Resistência!

 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: