Body Hacking Manifesto

Criado no início do século XXI por Lukas Zpira sob o impulso de Ryoichi Maeda, o termo body hacktivism nasceu da necessidade de se definir um movimento de artistas, pesquisadores e pensadores que trabalham em torno de mutações e utilizando modificações corporais como um meio.

Estes artistas – ao contrários dos primitivos modernos que usam antropologia tribal como base – praticam, teorizam e/ou inventam perspectivas de modificações corporais de vanguarda que são influenciadas pela cultura mangá, quadrinhos, filmes e literatura de ficção científica.

Se tornou possível graças a uma curiosidade constante sobre a evolução das descobertas Tekno-médicas dessas práticas, experimentais por essência, sendo definidas como Body Hacking, e expressam a vontade destes artistas, pesquisadores e/ou pensadores de ultrapassar as fronteiras biológicas.

Os termos body hacktivist  e body hacktivism também significam a necessidade de agir e tomar nosso destino em nossas próprias mãos e a vontade perpétua de nos reinventar.

Body Hacktivism também é um questionamento sobre as liberdades de escolhas diante de um número crescente de opções de transformações de nossa humanidade, encarando e reavaliando a noção de interesse coletivo versus interesse individual.

Body Hacktivists só podem refutar a validade de uma patente, de licença ou de direitos autorais em relação ao corpo e sua transformação.

Body hacktivism não inclui a necessidade de ser modificado.

Todas as pessoas modificadas não são necessariamente consideradas como body hacktivists.

De fato, muitos artistas, pesquisadores e filósofos aparecem como body hacktivists sem necessariamente reivindicar isso.

Body Hacktivism não é um grupo e deveria acima de tudo ser compreendido como um estado mental, como uma filosofia que cada um é livre para adotar.

______________

Autor: Lukas Zpira
Data: 14 de Janeiro de 2004, Osaka, Japão.
Tradução: T. Angel
http://www.hackingthefuture.org

Anúncios
Comments
One Response to “Body Hacking Manifesto”
Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] Lukas Zpira Data: 14 de Janeiro de 2004, Osaka, Japão. Tradução: T. Angel […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: