The desire and pursuit of the whole

“Nenhum fruto resultou de sua semeadura. Nada restou nele, ou dele, mas uma capacidade invencível de resistir até que a doce e branca Morte tivesse permissão para tocá-lo, com insuperável determinação para manter suas crises longe dos olhos terríveis de todos os homens.”

Frederick Rolfe, The desire and pursuit of the whole, 1909.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: