Entrevista sobre corpo e suspensão

Disciplina: Antropologia | Curso: Enfermagem
Universidade: Centro Universitário São Camilo

________________________________

Iniciais do nome:
TRS

Que tipo de modificações tem no corpo?
Tatuagens, piercings, alargadores, escarificações (branding, cutting e remoção de tecido), implantes e tongue split.
Já fez suspensão corporal?
Sim.

O que te motivou a realizar essas práticas?
Inicialmente busquei a suspensão corporal para testar os meus limites físicos, podemos dizer que foi uma experiência de auto conhecimento.

Quais as sensações relacionadas a essas práticas?
Superação, liberdade, força, leveza, potência, prazer, dor, alegria, euforia, paz…

 Na sua opinião, em o que a modificação/suspensão corporal se interliga com a história e a cultura?
Antes de mais nada é preciso esclarecer que a body modification e a suspensão corporal não fazem parte de um “único pacote”. Cada prática aqui mencionada pode acontecer independentemente uma da outra. Na suspensão corporal contemporânea é significativo o número de adeptos que praticam body mods, mas não é uma regra e acho importante frisar que são partes autônomas e independentes.
Dito isso, a priori tanto a body modification quanto a suspensão corporal carregam séculos de história e sendo elas práticas do homem – e reconhecendo este como um sujeito histórico – no tempo, espaço e em sociedades, são consequentemente ações culturais dentro da cronologia humana.

São práticas  registradas por distintas culturas e inseridas em diferentes contextos, cada qual com a sua relevância e beleza particular.

Em que ponto a cultura influenciou a sua escolha?
A cultura de massa me influenciou me mostrando aquilo que não quero ter,  não quero ser e aquilo que não pretendo seguir. As “outras” culturas e até aquelas denominadas como contracultura me influenciaram muito e ainda o fazem o tempo todo.

 Faz parte de alguma tribo ou modo de vida especifico?
Não faço parte de nenhuma tribo. Meu modo de vida não se difere muito dos outros. Procuro estar bem comigo e com o próximo, estudar, trabalhar, me apaixonar, sonhar, viver, respirar…
Posso dizer que é um modo bastante simplista de vida, muito específico de fato. rs

Anúncios
Comments
2 Responses to “Entrevista sobre corpo e suspensão”
  1. Hellen disse:

    Você foi a pessoa perfeita para o nosso trabalho!
    Muito obrigado pela colaboração
    Bjoss Hellen

Trackbacks
Check out what others are saying...
  1. […] respondi um questionário sobre body mods e suspensão corporal para o trabalho de antropologia da Hellen. Curioso que ela […]



Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: