KIA #1

Título da performance: KIA #1

Autor: T. Angel

Performers: T. Angel
Procedimentos: Luciano Iritsu – http://www.iritsupiercer.com/
Trilha sonora: Jorge Peña – http://www.myspace.com/jorgehugopena

Ano: 2012

Release:

“Warchild, victim of political pride

Plant the seed, territorial greed

Mind the warchild, we should mind the warchild”
Dolores O’Riordan

 

“Mas de que criança você gosta? De qual idade? Porque você pode gostar de seu sobrinho, que toma banho todo dia, que não tem piolho, que vai ao médico, que o nariz não escorre, que compra os livros, que os pais são alfabetizados, que tem um canto para fazer tarefas.”
Mário Sérgio Cortella

KIA #1(Killed In Action) é uma performance solo de T. Angel. O trabalho discute a questão das crianças invisíveis durante as guerras militares e civis e a produção capitalista de infâncias miseráveis, brutais e cruéis.
Crianças invisíveis são aquelas que não queremos ver ou ainda as que fingimos não existir. Passamos sobre elas, atropelando-as e partindo-as em infinitos pedaços, como quem passa por um punhado de grama morta em terra seca.
Dos campos de Napalm às exclusões sociais e segregações espaciais. A sociedade contemporânea demarca pontualmente que tipo de criança gosta, deixando claro que não são todas. Parafraseando com as devidas alterações um dos mandamentos da Revolução dos Bichos (Orwell, 1945): Todas as crianças são iguais, mas algumas são mais iguais que as outras.
KIA é uma ode para as crianças invisíveis.

Fotos: Alexandre Anami

Fotos: Rafaele Garcia

Convite de performance na Galeria Traço Livre:

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: