Loneliness

Título da performance: “Loneliness”
Autor: T. Angel
Performer: T. Angel

Ano: 2010

Sobre:  


“Though I go alone, like a lonely dragon…” 
Coriolanus – ACT – IV Scene – Willian Shakespeare

“Uma única coisa é necessária: a solidão. A grande solidão interior. Ir dentro de si e não encontrar ninguém durante horas, é a isso que é preciso chegar.” 
Rainer Rilke

O que teria levado, principalmente, o homem moderno ao auto-isolamento? 
“Loneliness” é um trabalho que discute as relações sociais na sociedade contemporânea. Estar sozinho ainda que rodeado de pessoas. O estar presente fisicamente, mas alheio ao todo: a  chamada solitude.
Alguns estudos vão falar que a solitude é um sintoma da sociedade moderna e que acontece principalmente nos grandes centros urbanos, o que é contraditório e digno de atenção, uma vez que, supostamente, a quantidade de interações entre pessoas nesses centros são maiores. Dado pressuposto nos leva a refletir acerca  da  questão (uma das, para ter mais acertatividade) posta por Tracy Chapman na canção “Why”:


“Why when there’re so many of us
Are there people still alone” 
 

Para o escritor japonês Soseki Natsume possivelmente a resposta seria que “é o preço que temos de pagar por termos nascido neste período moderno, tão cheio de liberdade, de independência e do nosso próprio egoísmo.”
Para alguns filosófos a solitude nada mais que uma condição humana, sendo o isolamento oriundo de tal sentimento, necessário para a própria evolução humana. Nascemos sozinhos, inúmeras experiências são vividas na solidão e por fim morremos sós.  Como propôs o religioso dominicano do século XIX Henri Lacordaire:

“É a solidão que inspira os poetas, cria os artistas e anima o génio.”

Sem dúvida alguma a solitude reflete contradições presentes  na sociedade atual e ao mesmo tempo nos coloca diante da necessidade humana de submergir em si. O estar sozinho presente na solitude não é apenas sofrimento engessado ou infundado. A erudição normalmente se faz de um auto exílio de si, assim como a transcendência.  Para encontrar a si próprio é necessário primeiramente vivenciar o estar consigo. Saborear a solidão e o silêncio como se aprecia cada experiência que um banquete pode lhe propiciar. Introspecção. 
Quantidade de relações não é, nunca foi e nunca será sinônimo de qualidade. 
“Loneliness” é um desbravamento social e a incessante busca de si: “so lonely”. 

Fotos por Gordex

VIDEO
http://www.youtube.com/v/7mXE3CchzLM?fs=1&hl=pt_BR

 Performance que integrou o Projeto Luxúria de Setembro de 2010.
 
Anúncios
Comments
One Response to “Loneliness”
  1. harlekino disse:

    eeeeeeeeeeeeeeeeba..gente boa trabalhando

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: